4 de fev de 2013

Jinrikisha - Uma carruagem diferente


Yoo, minna-san!

Hoje, minhas aulas começaram. Foi terrível. Minha mãe é uma rainha e eu precisei ir apenas hoje. No restante da semana, não precisarei. E também, só fui no primeiro dia porque se eu não for, irei apanhar pelo resto do ano por ter deixado minha amiga sozinha no primeiro dia. Ela é pequena, magra e muita gente subestima ela, mas acredite, ela é muito forte.

Quem nunca quis de andar jinrikisha que atire a primeira pedra. Exótico, belo, divertido e você vai passar mais tempo tirando fotos do que aproveitando a vista. Acho que não tem nada mais divertido do que a carruagem jinrikisha. Para saber mais sobre esse transporte lindo e que tem sua beleza naturalmente elegante, clique em Mais Informações. 



Jinrikisha, pronuncia-se "dinrikixá" (o que não é novidade para aqueles que estudam ou sabem falar japonês) ("ri" de carinho"). Rickishaw em inglês ou simplificando, riquixá. Traduzindo... jin > pessoa; riki > poder, força; sha > carro. No total, o significado é: Veículo puxado pelo homem.
Em Tóquio, existem vários espalhados. Estão em vários pontos de Asakusa, em Tóquio, além de inúmeros famosos locais como Quioto, Hokkaido, Hiroshima, Fukuoka, Nara, entre outros. Muitos países asiáticos oferecem essa opção de diversão e lazer. 
Jovens (homens e algumas mulheres também) fortes e de boa aparência, carismáticos, trajes alternativos, muitos deles falando idioma inglês, são verdadeiros guias que conduzem para diversos pontos turístico.
Asakusa, privilegiada pelas proximidades das margens do Rio Sumida, Tokio Sky Tree, diversos templos e locais históricos abriga vários pontos de jinrikisha, de diferentes empresas que, aliás, são dezenas. 
Simpáticos e alegres, contagiam e convencem na abordagem. 
O passeio não é dos mais baratos, porém acessível, custando em torno de 15.000 ienes a hora para duas pessoas (o que acho se seria uns 15 reais aqui no Brasil, mas não tenho certeza. É até barato), dependendo do trajeto. Percursos menores e mais baratos também fazem parte dos serviços oferecidos. 

O jinrikisha foi introduzido em 1870, no Japão. Era usado como transporte pela elite, até o início do século XX. 
Popularizou-se, pois - além da rapidez - a mão de obra humana tinha custo menor que o uso de cavalos. O surgimento de veículos motorizados (carros, ônibus, trens) fez com que o jinrikisha, como meio de transporte, desaparecesse. 

Espero que tenham gostado deste post. Todas as informações foram retiradas deste blog. Em meu próximo post, irei compartilhar meu conhecimento sobre a língua japonesa com vocês, para que saibam ao menos um pouco (irei postando aulas em aulas) sobre como falar o tão apreciado idioma. Ah! Hoje, na aula, quando a professora perguntou-me se tinha algum sonho, disse que era falar a língua japonesa fluentemente. ... e tive que falar algumas coisas na frente de todo mundo. Coisas básicas, como bom dia e boa noite mesmo, haha. Foi engraçado. Enfim, tenham um bom dia.

2 comentários:

  1. Uaal, adorei a postagem ^^
    Sério que você falou ? E não teve vergonha ?
    Se fosse na minha sala os meus colegas iam me por apelidos, acho ... Vai saber o que passa pela cabeça daqueles seres ¬¬
    Enfim, agora fiquei com vontade de passear assim rsrs
    Parece ser legal *3*
    Beijos ;3
    http://sonhomaisprofundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HUASHUAHSUASHUA. Ah, mas sim!
      Sim, parece *3333*
      Obrigada ;UUUU;
      Kissuuu õ/

      Excluir